Vancouver

Hora de relembrar minha experiência mais longa fora de casa: um intercâmbio de 30 dias em Vancouver, no Canadá. Aconteceu em 2008 e decidi meio que por acaso: na época era o destino mais barato (sempre sonhei em fazer intercâmbio em Nova York) então eu fui...

Nunca havia ficado tanto tempo longe de casa e sozinha. Para o México foi apenas 1 semana e na Copa da Alemanha eu fui com meu pai e outros amigos do trabalho. Este intercâmbio fomos somente eu e Deus rs.

Fiquei na casa de uma família bem querida. Eles não eram canadenses de fato, eram filipinos, mas moravam lá havia 20 anos. Foi um período bem bacana, e na mesma época tinham outros intercambistas na casa (eles tinham bastante experiência em receber estudantes).

Esta era a rua "da minha casa":

Bairro tranquilo, mas afastado do centro

Cheguei lá no dia 01 de Setembro e era feriado... então lembro que cheguei na cidade, não conhecia ninguém e fiz o que todo mundo naquela época faria: procurei uma comunidade no Orkut sobre intercâmbio em Vancouver e lá conheci uma brasileira, Miriam, que me chamou pra passear no Stanley Park. Peguei um ônibus e fui. Alugamos uma bicicleta e foi muito bacana, demos a volta no parque e depois fomos conhecer mais a cidade - comer um hot dog na Vancouver Art Gallery, tomar sorvete em Granville Island etc.

Stanley Park

Vancouver Art Gallery

Dogão com as amigas da Miriam

Selfie na Granville Island enquanto ligava do meu tecnológico startac

Granville Island
Eu estudava de manhã e a tarde, então não tínhamos muito tempo de sair durante a semana. Apenas às sextas-feiras conseguíamos passear mais, pois tínhamos aula somente de manhã. Numa sexta a tarde fomos no Parque Capilano, que tem uma ponte suspensa onde foi filmado um filme do Indiana Jones.

Delicinha de lugar

Se tinha medo de altura não me lembro

Durante a semana dava pra conhecer coisas pela cidade que não ficavam muito afastadas, tipo um estádio chamado BC Place, o Aquário de Vancouver, que fica dentro do Stanley Park, etc...

Um passeio legal para passar um dia é a Grouse Mountain. Fomos lá num sábado, e pra subir ao topo da montanha você pode usar suas perninhas ou pegar um bondinho. TODO mundo da minha galera era discípulo de Gabriela Pugliesi e resolveu subir a pé, e eu toda sedentária também topei - aguentei apenas 10 minutos, voltei e comprei o ticket pro bondinho rsrsrsrsrs

Neste dia uma afiliada da Rede Globo de Campinas estava fazendo uma reportagem sobre a montanha e nos entrevistou. Lá é uma gracinha e tem muitas atrações: shows dos Lumberjacks (lenhadores), ursos, show de aves... Eu até tirei uma foto maravilhosa da águia pousando (que me rendeu o prêmio num concurso quando eu trabalhava na Siemens)

Vista do topo

Bem amigos da Rede Globo

A fama me persegue meus amigos hahahah

Grouse Mountain

Show das aves

Foto linda que tirei pra minha irmã que ama águia <3

É muito legal

Vancouver é muito perto de Seattle e quem tem visto americano pode se aventurar por lá. Pra mim foi o maior programa de índio com selo Funai de qualidade!

Explico: eu fui com uma empresa de ônibus, comprei o pacote, era bate e volta mesmo. Porém, no mesmo busão tinham turistas que compraram pacote pra assistir jogo de baseball em Seattle. Outros turistas que compraram pacote pra ir nos outlets de lá. E tinham os outros turistas que compraram o pacote pra nada - apenas pra conhecer Seattle, passear.

Como funcionou: o busão deixava a galera do jogo antes, depois a galera dos outlets, pra deixar a gente... E depois começava a pegar primeiro pra voltar a galera do passeio no centro, depois do outlet e depois do baseball. Resumindo: a gente teve 45 minutos pra "conhecer" Seattle. Deu pra comer no McDonalds e tirar algumas fotos. Só. O Space Needle eu só vi do busão rs.

Isso foi Seattle em 45 minutos

Nem deu pra entrar :(

Mas fiquei com vontade de voltar <3

Apesar da correria foi divertido

Alá o Space Needle to ônibus :/

Um dos lugares que MAAAAAAAIIIIISSSSSSSSSSS gostei em Vancouver foi o Queen Elizabeth Park - ele não é tão famosão igual o Stanley Park mas é MUITO MAIS LINDO. Cheio de jardins. E chafariz. E aaaaiiiii sou suspeita :D

Flores

Muitas flores

Jardins

Muitos jardins

hihihihihi ai sol, só você mesmo

Pulando e viajando <3

Meninas que conheci na escola - Isabelle e Carina mantenho contato até hoje <3

Ai gente eu amo foto cafona, me deixa :D

Em outro sábado fizemos um bate-volta pra Victoria, que é capital de British Columbia e fica mais ou menos a 2 horas de Vancouver. Você pode comprar um tour e ir direto de ônibus, mas nós fomos por nós mesmas e pegamos metrô, balsa, ônibus... etc... e foi muito gostosinha a viagem :) fora a cidade que é super fofa! O dia estava lindo.

Eu e a suíça Isabelle

Eu, a Carina e a Isabelle farofando por Victoria

Cidade encantadora

Victoria

The Empress, um dos hotéis mais luxuosos do mundo

Victoria
Lembram do fiasco que foi a viagem pra Seattle? Então, a gente reclamou porque o passeio não foi barato e a gente quase nem saiu de dentro do ônibus. Como forma de reparar, a agência deu pra gente um bate-volta pra Whistler, a cidade sede dos Jogos de Inverno de 2010. No final das contas foi bem legal :)
Carina, Miles, nosso guia, e eu

Whistler

Carina e eu

Topo de Whistler

Olha lá um pouco de neve

Whisltler

Inukshuk

Cá e eu

:)

O último passeio foi um final de semana para as Rocky Mountains e o mais legal de todos. Apesar de ser MUUUUUUUUITO cansativo, pois você passa a maior parte do tempo dentro de um ônibus, as paisagens que você vê são incríveis - eu jamais vou esquecer a visão que tive do Lake Louise.

Parada em uma geleira

Foi o mais perto que cheguei de neve nesta viagem

Galera da viagem

Peyto Lake - sério... parece que você está dentro de uma foto

Lake Louise

Pulando e viajando no Lake Louise

Bom, o intercâmbio já estava chegando aos últimos dias e a essa altura do campeonato eu já estava morreeeeeeeeeeeendo de saudade da minha casa, da minha mãe, da minha família, de todo mundo que eu amava, não aguentava mais Canadá, não aguentava mais nada, só queria ir embora.

Eu sofri tanto de saudade nesta viagem que emagreci 4kg (nem parece eu sei, tava um bucho hauahauahua) e em 2008 não tinha toda a tecnologia que conhecemos, era Orkut, MSN, chamada de vídeo ruim, etc. Eu lembro que no meio desta viagem a minha sobrinha fez aniversário e eu participei do parabéns com um muffin por vídeo e chorei horrores depois que desliguei a câmera hahahah

Enfim, foi uma experiência maravilhosa. Indico demais. Vancouver é linda, PORÉM, para aprender inglês eu não sei se seria o melhor local pois você não tem muito contato com canadenses nativos. Meu propósito era mesmo treinar o listening, e bem, eu só fiquei com brasileiros e orientais, então não evoluí tanto quanto imaginei.

Agora umas fotinhos do final do curso (escola VEC - Vancouver English Centre) e minha família por lá:

Minha turma e o prof

Parte dos amigos que fiz na escola

Minha "mãe" Esther

A família da Esther - esse guri já tá um homão e eu tô velha

E quando pisei na minha casa no Brasil tinha festa surpresa pra mim <3 amo demais a minha família e chorei horrores (fora o pão com mortadela que comi e a feijoada de almoço hahaha)

Serviço:

Quando: 2008
Duração: 30 dias
Países: Canadá (Vancouver, Victoria, Whistler e Rocky Mountains) e um teco de EUA (Seattle)
Onde fiquei: Casa de família filipina que moravam em Vancouver havia 20 anos
Voltaria novamente: pra Vancouver não, deu pra conhecer bem. Iria pra Toronto.

Follow @FabiCeoli